quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Humanizar a escola precisa-se


Quando os números, os processos administrativos, as fichas de avaliação, os resultados dos alunos, os decretos regulamentadores, os gestores e a ditadura das estatísticas nos entraram pelas escolas adentro com toda a força no ano que passou, nada melhor do que lembrar os 40 anos da Pedagogia do Oprimido, de Paulo Freire, e celebrar uma escola humanizada onde a problematização e autonomia se levantam contra a estupidificação domesticada.

Por isso, este blogue associa-se à homenagem a Paulo Freire feita pela Sinistra Ministra.

1 comentário:

Moriae disse...

Grata, em nome da Sinistra e do Viriato!